Após um ano da morte do líder da Revolução Cubana, o ditador Fidel Castro, a população de Cuba vai às urnas neste domingo (26) para a primeira eleição após a morte de Fidel. Os cidadãos vão eleger os representantes municipais. As informações são da Agência Ansa de notícias.

O pleito eleitoral deste domingo (26) marca mais um passo da abertura política no país e o fim da era Castro no poder total da região, já que é estimada mudanças na Assembleia Nacional. Essa abertura tem sido promovida por Raul Castro , irmão de Fidel Castro, quando o mesmo adoeceu devido à idade avançada.

Segundo informações da Agência Ansa, comícios em toda a Cuba foram registrados para incentivar os oito milhões de eleitores a irem às urnas . Neste domingo (26) os eleitores vão escolher os delegados que vão compor a Assembleias Municipais. O sistema eleitoral cubano foi criado em 1970 e a cada cinco anos o país passa por eleições gerais.

Essa é a primeira votação de um processo eleitoral que terá fim apenas em 2018, quando os cubanos vão escolher o novo presidente e os políticos que vão ocupar cargos nos órgãos que compõe o governo nacional. O atual presidente, Raul Castro, já afirmou que não será candidata a reeleição.

Vale lembrar no que sábado completou um ano da morte do líder e ditador Fidel Castro , além de ser a primeira eleição no país após o início da retomada das relações diplomáticas entre Cuba e Estados Unidos, país esse que impôs duros embargos a Cuba durante anos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here